24 de fevereiro de 2006

Para a Ana


6 de Fev. 2006. 12:29.
Porto. Na Travessa da Cedofeita, "autêntico baú de arte urbana".
Ao Douro eu vou. Já tenho o bilhete, de cacilheiro.
Fotografia: Ricardo Caiado
.............


Obrigado
Ana.
Desculpa-me
a
[a]Fixação
"Proibida".


|||||||||||||||||||||||||||||||||||||
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv

On 2/18/06, ana <ana.******80@gmail.com> wrote:

Olá!
Em primeiro lugar deixa-me dar-te os parabéns pelo excelente projecto que desenvolveste. Não conhecia o teu blog até hoje, mas depois de ver um programa que eu adoro (POP UP) decidi investigar o que se passava no teu mundo virtual. Fui e vi que tens lá grandes fotografias, não só de manifestações artísticas urbanas como também de fotos do dia-a-dia. Eu considero-me também uma apaixonada por esta a arte, a fotografia, mas estou ainda muito "verde". Tiro fotografia sem qualquer tipo de técnica aprendida, primindo apenas o obturador quando me dá na real gana! Não tenho fotos por aí além, mas sinto que vou melhorando a cada click. Mais uma vez dou-te os parabéns e espero que consigas realmente publicar o livro. Se o vir na livraria, comprá-lo-ei com toda a certeza!
Deixo-te só uma ideia... Porque não inserir no teu blog ou mesmo no livro, um espaço para "colaboradores" que te mandem fotos da arte urbana por esse país e mundo fora?
Keep up the good work!


Ana ******

---------- Forwarded message ----------
From: fixação proibida
Date: Feb 25, 2006 2:52 AM
Subject: Re: fixação proibida
To: ana

Olá Ana .
Antes de mais o meu sincero obrigado pela tua apreciação ao meu projecto. São mails como o teu, bem como os comments de feedback que me fazem a cada momento acreditar que vai ser possível porque não sou o único "fixado" por ai. Continua fixada! Continua. Quem sabe se não será o registo eterno da tua passagem. Eu acredito que pode ser. Acredito que a História no futuro será baseada no indivíduo porque a sociedade de informação que temos o privilégio e a liberdade de viver consiste na maior e mais crescente fonte de informação da nossa curta passagem como humanos. : )) Fotografa se sentes. Eu tb não tenho qualquer tipo de formação fotográfica de relevo. Só o que leio, estudo, sinto e absorvo ao meu redor. E não será essa emoção de fotografar, esse sentimento de ligação à arte em detrimento da ausência de formação uma variável de avaliação, de segundas leituras PHOTO-Graphicas? Pode ser. Ou vir a ser. Ou não.

Eu vou publicar o livro. Porque o quero fazer. Estou a trabalhar na concepção desse "filho" todos os dias para que venha a ser uma realidade.


A tua ideia é excelente, mas:

Num futuro próximo sonho com muita gente Fixada. A FIXAÇÃO PROIBIDA não é um projecto estanque. Longe disso... Muita gente fixada e alerta para uma segunda realidade visual que floresce e se multiplica no único meio livre de expressão. As ruas. Únicas e genuínas em conteúdos e imagens. Em permanente devir por e para cada indivíduo, interveniente ou simplesmente transeunte atento ao espaço e pormenor. The revolution will not be on TV e o "sonho comanda a vida".
O blog, devido ao excedente de trabalho que me dá, não só devido ao seu compromisso de actualização diária, como por toda a energia que exige é somente actualizado por mim. Foi uma opção que só exige mais de mim. Como cavalo, é uma força natural que corre na minha frente e com a qual tenho um compromisso individual. O resultado. Bom ou mau será meu. Consiste na minha corrida-registo. No meu PROPSpersonALLReflex. Contudo, balulas à parte, quero ver as tuas fotos. Claro que sim. Afinal de contas "a procissão, ainda vai no adro", isso eu sei! E perante uma imagem que me provoque os sentidos é impossível resistir à posta e BUM! Aconteceu com o "Post Teddy bro iS a muro detalhe" , na seg. 6, 2006. Um bro de criação que foi ao Porto em frente a uma simples parede lembrou-se de mim. Fixou-se e fixou o "Teddy" e tudo o que vivia em seu redor. Fiz o detalhe do urso por nunca ter tido nenhum e porque foi amor à primeira vista com as cicatrizes do bicho. Parece que o meu manolas, se enganou e(ou) esqueceu do nome da rua mas tive mesmo de o dar.

Para o livro; Quantos mais formos a colaborar, tanto melhor!
A união faz a força e o cooperativismo vem ai em força! Sente-se no ar e é um remate do meio da casa directo ao ângulo e sem hipótese de defesa. E é necessário, não só porque une pessoas interessadas em pontos em comum, como a capacidade de resposta se torna maior e mais abrangente. Se estás fixada. Ou vais ficar. Existe um livro no qual, se quiseres vais participar e que com a tua contribuição ficará mais completo.


Eu surpreendo-me,
Tu surpreendes-te,
Ele surpreende-se,

Ela surpreende-se,

Nós surpreendemos-nos,

e

Eles surpreendem-se.


Devir

8 comentários:

devilspit disse...

Confesso que me sinto instigada pelo desafio que colocas a todos nós. Se quiseres podes ver algumas das minhas fotos no blog onde escrevo. Pode-se considerar um blog generalista, porém, e dada a fixação que se abateu sobre mim desde o início do verão, criei uma rubrica intitulada "Mensagens Urbanas" de modo a poder mostrar aos outros o que vejo e que me desperta os sentidos. Mas tenho mais, muitas mais fotos do que as que lá estão. E desde que te vi no POPUP a fixação aumentou. Bem hajas.
(Também adoro esse urso! Foi paixão ao primeiro olhar. Passo por ele todos os dias.)

Devir disse...

Fixada tu estás!
Bem Hajas Tu TB!
Ao Porto eu vou.
Se estiveres pela Imbicta, podes ser uma estrela guia a Norte?
Conheces autores dos stencils que estão no Porto? E graffiti? E stickers? E francesinhas com mista? E alpista tb há?
Já não vou ao Porto à uns anos. Por isto, quando for ai têm de se fazer uns quilómetros a pé para matar saudades da luz reflexo do Douro.

Fica bem. Muito bem.

Anita_Catita disse...

Hey!
Decidi, como todos os outros dias, vir ao teu blog para ver o que de novo se passava. Dei de "caras" com este teu post e quero-te agradecer o facto de teres inserido o meu mail neste teu mundo! Obrigada pela dedicatória =) gosto cada vez mais das imagens que vejo aqui "postadas".
Cumps***
Keep up
{anita catita}

devilspit disse...

Completamente fixada!! Ainda hoje andei pelas ruas do Bairro. ;)
Se estiber pela inbicta será um prazer fazer de guia. Não conheço os autores porém estou a tentar entrar em contacto com um amigo que talvez me poderá ajudar nesse sentido. De resto consegue-se tudo! ;P
A luz reflexo do Douro é linda, não é??
Fica muito bem.

P.S.: Tenho uma foto para ti. Depois envio-te para o mail.

Anónimo disse...

há uns dias vi uma reportagem sobre o teu trabalho na tv que me chamou a atenção precisamente pelo facto de fotografares stencil, sticks.
devo confessar-te que fiquei muito feliz ao ver que finalmente se começa a dar mais importancia À arte urbana.Tambem sou grande apreciadora desta.
Bem desde já doute os meus parabens, quem sabe um dia não vens expor as tuas fotos nestas zonas*musiah

Márcia disse...

O Porto é um baú cheio de pequeninas surpresas!

@ disse...

autores não conheço, mas sei onde se comem as melhores francesinhas...as do Sr. Zé "sempre-em-pé".:-)
tens aqui um excelente trabalho...além de que tens também uma muito boa prosa.
kiss

Anónimo disse...

Por falar em francesinhas, deixo-vos a sugestão do melhor sítio que eu conheço para saborear esse manjar tripeiro. Pois fica em Braga, que diabo (são só 50 kms para norte). "Atrium Café". Para quem quiser lá dar, procurem a zona dos hipermercados. Fica mesmo em frente à Makro